Carregando...

Enem 2020: prejudicados por ‘incidentes logísticos’ podem pedir reaplicação

O Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) informou que participantes da edição 2020 do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) que se sentirem prejudicados por “incidentes logísticos” durante a aplicação da prova poderão solicitar reaplicação.

O órgão explicou que o pedido deverá ser feito entre os dias 25 e 29 de janeiro, pela Página do Participante, na qual o inscrito também deverá consultar o resultado da solicitação. Os casos serão julgados individualmente. A reaplicação ocorrerá em 23 e 24 de fevereiro.

Segundo o edital do Enem 2020, “são considerados problemas logísticos para fins de reaplicação fatores supervenientes, peculiares, eventuais ou de força maior”.

Entre as situações previstas estão: desastres naturais (que prejudiquem a aplicação devido ao comprometimento da infraestrutura do local), falta de energia elétrica (que comprometa a visibilidade da prova pela ausência de luz natural), falha no dispositivo eletrônico fornecido ao inscrito que solicitou uso de leitor de tela, erro de execução de procedimento de aplicação pelo aplicador, que tenha, comprovadamente, causado prejuízo ao participante, entre outros casos.

Candidatos impedidos de realizar a prova

O exame realizado neste domingo (17) teve recorde de abstenção — mais da metade dos estudantes não participaram das provas. Em alguns locais, candidatos que se apresentaram para realizar a prova foram impedidos depois que as classes alcançaram capacidade máxima de 50%.

Mesmo com taxa alta de abstenção, houve salas cheias em outros pontos e estudantes relataram a impossibilidade de garantir o distanciamento.

A DPU (Defensoria Pública da União) pediu à Justiça o adiamento das provas marcadas para o próximo domingo (24) e a reaplicação a todos os estudantes ausentes.

A DPU argumenta que o Inep não respeitou o porcentual de ocupação das salas com que tinha se comprometido.

No domingo, após o exame, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, disse que o Enem, realizado em meio à segunda onda da pandemia no Brasil, foi “um sucesso”. “Para os alunos que puderam fazer a prova, foi um sucesso”, falou.

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, disse que não houve registro de problemas sanitários.

Fonte: UOL

Enem 2020: prejudicados por ‘incidentes logísticos’ podem pedir reaplicação - Autenticus